Como Usar a Inovação para se Destacar no Mercado

A qualquer momento seu mercado pode sofrer uma disrupção. Esse é um GRANDE desafio que a economia moderna impõe às empresas. Mas como sobreviver em um ambiente de inovação que muda cada vez mais rápido?

 

Um fato importante; sua empresa não precisa ser uma Startup para oferecer ao público uma solução inovadora e que muda completamente as regras do jogo (obtenha insights aqui). Atualmente, grandes empresas já incorporaram à sua cultura o incentivo à inovação. Observa-se também que empresas tradicionais têm investido em novos negócios.

 

Existe uma fórmula para criar negócios novos e inovadores? Sim! E ela é simples. Trata-se de resolver problemas da sociedade (entenda mais sobre a sociedade atual neste artigo). Não é uma ciência exata, não vou te apresentar aqui uma fórmula como a que você estava esperando, com algumas variáveis a um sinal de igualdade. Mas vamos a alguns breves exemplos de inovação:

 

1 – Uber: o mercado de táxis era caótico, uma opção de transporte cara e de baixa qualidade. Além disso as barreiras de entrada neste mercado eram altíssimas. O Uber desconstruiu essa mentalidade extinguindo as barreiras de entrada, barateando o serviço e aumentando a qualidade consideravelmente;

 

2 – Google: este é o maior buscador da internet. A motivação do Google é encontrar sempre a melhor resposta para o que os usuários estão procurando. Se você nasceu até o início dos anos 90 vai se lembrar que NÂO era fácil procurar e achar informações relevantes antes do Google. Agora, informações de qualidade passaram a ficar à um clique de distância (ou a um comando de voz);

 

3 – Netflix: se hoje em dia é muito fácil consumir conteúdos sob demanda o principal responsável por isso é o Netflix. Alugar um filme sem sair de casa parecia loucura no início dos anos 2000. Hoje o Netflix disponibiliza conteúdos de qualidade para milhões de usuários em troca de uma mensalidade (que cabe no bolso de todo mundo) e sem incomodar com anúncios;

 

A seguir vou listar 03 estratégias de inovação que ilustram os exemplos acima. Sua empresa precisa adotar ao menos uma (a que tiver mais identidade com o negócio) para percorrer o caminho da disrupção:

 

1 – Explorar Novos Mercados: focar somente no mercado que a sua empresa já atende pode ser um erro. Uma alternativa é o negócio estar sempre atento e experimentando novos mercados. No início é um cenário muito desafiador e por vezes caro. Mas essa estratégia vai sempre representar uma grande oportunidade para o seu negócio;

 

2 – Melhorar produtos/serviços já existentes: é o que o Uber e o Netflix fizeram. O serviço de transporte particular melhorou e barateou, assim como o acesso a filmes, séries, documentários e etc. A sua empresa pode fazer o mesmo e mudar a forma como presta um serviço ou oferece um produto, agregando mais valor à entrega e beneficiando ainda mais o cliente;

 

3 – Se tornar altamente eficiente: segundo a Edeavor, uma organização cada vez mais eficiente se diferencia no mercado e consegue aumentar a sua lucratividade. Apesar dessa estratégia não mudar o negócio no qual atua, no curto prazo, ela vai agregar valor. Entenda os detalhes aqui;

 

 

As ideias são simples. A aplicação no seu negócio vai ser mais complexa, porém, existe uma força que vai sustentar o processo de inovação da sua empresa: as pessoas.

 

Você vai precisar desenvolver uma cultura de descentralização e autonomia para que os funcionários possam contribuir para o processo de inovação. Não vai adiantar deixá-los nas “caixinhas” atuais e exigir que eles inovem.

 

Sua empresa também precisará entender que os erros e insucessos fazem parte de qualquer processo de inovação. Nas Startups fala-se muito em “errar rápido”, pois, o erro traz muito aprendizado e faz com que a rota dos negócios seja corrigida sem grandes perdas. É utópico querer inovar sem errar.

 

Também tenha certeza que o seu time é capacitado e tem fome de aprendizado. Dentro de um processo de inovação, todos os participantes precisam sempre aprender coisas novas, quase que diariamente.

 

O que podemos concluir então?

 

 

Se os gestores da sua empresa disseminarem uma cultura livre de hierarquias, que abrace o aprendizado e tenha fome de conhecimento, um ambiente propício à inovação estará nascendo. Em empresas já estabelecidas, muitas vezes a inovação é uma ação Top-Down. Dê voz aos seus colaboradores.

 

O foco continua sendo na necessidade do cliente, mas a sua empresa poderá buscar outras formas de atendê-lo, sendo com um novo serviço, uma nova oferta ou uma diferenciação de valor. O propósito do negócio deverá ser sempre preservado.

 

Por fim, precisamos ter consciência de que a inovação é resultado de uma atividade em grupo. A inovação feita por um conjunto de pessoas é mais rica e propícia a se estabelecer do que uma ideia conduzida por um indivíduo.

 

E então? Vamos inovar? Como sua empresa vai disruptar o mercado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *