Fracassar ou vencer: Destino ou Opção?

Fracassar ou vencer: Destino ou Opção?

Todo mês de dezembro é comum ouvir das pessoas que o ano acabou e que nada mais pode ser feito para mudar uma situação.

Nota-se que essa mentalidade foi implantada na cabeça das pessoas ao longo de muitos anos e, de tanto ser repetida, muitas adotaram como verdades absolutas.

Essa forma de pensar é tão danosa que, ao acreditar que nada mais pode ser feito, esforço nenhum é realizado, chegando o dia 31 de dezembro sem que nada de fato tenha acontecido no sentido de mudar algo.

E o problema é que esse resultado não alcançado se torna uma “prova” equivocada de que no mês de dezembro nada pode ser feito para mudar uma situação ruim antes de começar o ano seguinte.

Mergulhando um pouco mais no tamanho deste problema, observo que além de postergar o alcance de algum resultado para o ano seguinte, algumas pessoas postergam o início de ações estratégicas para só depois do carnaval.

Três meses perdidos, no mínimo: Dezembro, Janeiro e Fevereiro.

 

Como funciona nas empresas?

Trazendo para o mundo dos negócios, não é diferente. Afinal, negócios, empresas, firmas, companhias, grandes ou pequenas, são feitas de PESSOAS.

E a mentalidade da liderança destas empresas refletem diretamente na cultura da organização.

Gestores com mentalidade de fracassado não veem valor em trabalhar uma mentalidade vencedora no time. Acreditam convictos que para alcançar os objetivos basta colocar as pessoas na esteira do processo. E, infelizmente, esse comportamento pode causar o insucesso de empresas, sejam elas pequenas ou grandes.

Mesmo nesta era em que, explicitamente, o cliente é o foco, e que todos os produtos ou serviços convergem para encantá-los e gerar uma experiência incrível, está sendo ignorado o fato de que todo esse processo de encantamento do cliente começa na mente das pessoas.

Fica difícil vencer os problemas culturais para termos uma sociedade melhor se não cuidarmos da mente.

 

Por que algumas empresas têm sucesso e outras não?

Ao meu ver, o sucesso de muitas empresas está intrinsecamente relacionado à mentalidade dos empreendedores.

Não há folgas em sábados, domingos ou feriados. Não existe menos trabalho duro nos meses de dezembro, janeiro ou fevereiro. Todos os dias e todos os meses do ano são oportunidades para tentar, errar, aprender e fazer de novo.

E isso faz toda a diferença nos resultados!

Empreendedores com mentalidade vencedora, quando começam o mês de dezembro, por exemplo, continuam focados, com a mão na massa, encarando os desafios de peito aperto para fazer a diferença e alcançar os objetivos.

Qual resultado você pode esperar num mês de dezembro  de pessoas com essa mentalidade?

No mínimo, você deve concordar comigo, um resultado melhor do que daqueles que descansaram, baixaram a guarda ou se entregaram ao fracasso.

Depois de alguns anos de crise econômica, muitas empresas estão encerrando o ano com dificuldades de caixa.

Seria apenas consequências do momento econômico se não fosse o fato de que boa parte destas empresas neste cenário precário continuam não fazendo nada para mudar a situação.

Seus gestores não têm idéia de quanto lucro estão gerando ao final de cada mês, e muito menos têm informação de até quando terão dinheiro para pagar as contas.

 

Hora de agir…

Se esta for a sua situação, quando pretende agir para começar a solucionar o problema? Vai esperar o dia 31 de dezembro para fazer promessas para 2019?

Pense comigo: será que sua empresa vai durar até lá? E se acontecer uma catástrofe amanhã, a economia despencar e entrarmos em recessão novamente? Você está preparado?

Como fica sua família, aqueles que dependem de você, seus funcionários e suas famílias?

Essa é minha reflexão para você neste final de ano. Não deixe pra fazer amanhã o que se pode começar hoje!

É como treinar em uma academia: você não vai sair de lá forte e musculoso nos primeiros treinos, mas precisa começar para ter a garantia de que o resultado virá no momento certo.

Se você não sabe por onde começar, busque ajuda AGORA MESMO. Se é um problema de saúde, procure um médico; se está deprimido, procure um psicólogo ou psiquiatra.

E, se o problema da sua empresa está relacionado a gestão financeira, não possui informações estratégicas para tomar decisões, e ainda sem controle e organização, fale comigo, eu posso te ajudar.

Nós do Bauner estamos focados em ajudar pessoas e empresas que desejam protagonizar o sucesso.

Neste artigo selecionei 5 Sinais para entender se a Situação do seu Negócio está Ruim. É um bom conteúdo para você começar a agir.

Lembre-se: o crescimento da sua empresa não pode ser apenas uma métrica de vaidade e sim uma questão de responsabilidade com aqueles que estão vestindo a camisa com você.

Pense nisso e que você faça por merecer muita prosperidade neste ano novo que se aproxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *